ARTIGOS

Os cuidados na preparação de quem corre, pedala, nada, luta e joga futebol

Os cuidados na preparação de quem corre, pedala, nada, luta e joga futebol

Não é delação premiada, apenas um enunciado para os interessados sobre alguns sinais e sintomas de atenção, durante eventos esportivos como a tradicional corrida de São Silvestre e de outras atividades como as corridas de ruanatação e ciclismo, sejam de lazer ou de competição, um bate bola de futebolvôlei e outros esportes.

Imagino que já tenham feito a avaliação especializada com um médico que entende de exercícios e esportes. Lembrando que o teste ergométrico ou ergoespirométrico deve ser feito sempre na presença de um médico (Resolução do Conselho Federal de Medicina de 2013 obriga a isso). Pois saibam que além da avaliação da capacidade física, o mesmo deve avaliar as alterações doeletrocardiograma com muitos detalhes disponíveis, além de fazer uma boa ausculta cardíaca e pulmonar e se durante e após teste ocorreram arritmias, e quais as suas características, benignas ou não.

Há pouco mais de um ano, novos detalhes do eletrocardiograma de um atleta foram relacionados, tanto nos Estados Unidos como na Europa, sendo exigido dos médicos ligados ao esporte seu conhecimento detalhado. O especialista do esporte que avalia um exame desse tipo de cliente, poderá agora ter um prognóstico com total fundamentação científica. Alertamos aos médicos responsáveis que deixam um não médico sozinho fazendo o teste ergométrico e clínicas que obrigam apenas um médico observar numa sala a parte, mais de um teste (denuncias falam em 04 exames) ao mesmo tempo, que podem aguardar a fiscalização do CRM e da ANVISA. Imaginem se os dois clientes passarem mal ao mesmo tempo! Quem ele deve atender primeiro? 

Bem, após a avaliação médica vamos aos sintomas e sinais que podem indicar possíveis problemas de saúde, de risco variável principalmente se ocorrerem durante a atividade física/esportiva, qualquer que ela seja:

1- Palpitações (falhas no batimento) e acelerações inesperadas do coração.
2- Falta de ar em nível intenso para a quantidade de exercício que está fazendo ou que foi feita.
3- Chiado no peito ou dificuldade de respirar, inexplicável ou devido a problemas respiratórios já conhecidos. 
4- Dores ou apertos no peito ou nas costas ou nos braços, queimações na boca do estomago, durante ou após os exercícios.
5- Cansaço físico exagerado e não habitual
6- Tonturas e até desmaio
7- Calor intenso no corpo (parecendo estar com ‘febre’)

Os esportistas que usam medicação regularmente, não devem deixar de conversar com seu médico sobre os efeitos dos medicamentos durante os exercícios como os anticoagulantes, os que agem nas plaquetas do sangue, medicamentos para angina do peito,hipertensão arterial e colesterol. No caso de antecedentes de intervenção cardíaca ou mesmo de outras áreas do organismo necessitam de liberação médica clara.      

PS: Se tiverem mais duvidas, entrem em contato conosco para novos esclarecimentos até mesmo pelo Facebook.

* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.

› Compartilhe este Post