ARTIGOS

Alimentos Funcionais no Esporte

Alimentos Funcionais no Esporte

Atualmente tem se disseminado muito a idéia de se utilizar “o alimento como medicamento”, contemplando dessa forma as lições de Hipócrates - o pai da medicina - proferida há 2.500 anos.

Todo aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, produz efeitos benéficos à saúde, são denominados alimentos funcionais, os quais têm sido amplamente divulgados, na atualidade, como promotores de saúde para pessoas em geral, inclusive esportistas.

Alimentos com propriedades funcionais de importância significativa, são aqueles que possuem ação antioxidante, ou seja, diminuem a produção de radicais livres decorrentes da prática esportiva, especialmente nas atividades de longa duração.

Durante a prática esportiva ocorre um aumento de 10 a 20 vezes no consumo total de oxigênio do organismo e um aumento de 100 a 200 vezes na captação de oxigênio pelo tecido muscular, favorecendo a produção de radicais livres de oxigênio, o que contribui para a ocorrência de danos celulares, o que pode prejudicar o desempenho do atleta e ocasionar problemas à saúde.

De maneira geral, recomenda-se atender todas as necessidades de nutrientes essenciais, além de enriquecer a alimentação com fontes de alimentos funcionais. Isto pode ser obtido através de uma alimentação amplamente variada, e com a inserção de alguns dos alimentos descritos nas tabelas abaixo.

COMPONENTES
 ATIVOS

PROPRIEDADES 
PARA A SAÚDE

ALIMENTOS
FONTES

Flavonóides

Antioxidantes que previnem o câncer, além de apresentarem atividade antiinflamatória.

Frutas cítricas, tomate, pimentão, alcachofra, cereja, salsa.

Ácidos graxos ômega-3

Redução do colesterol ruim (LDL); apresentam ação antiinflamatória.

Peixes marinhos como salmão, sardinha, atum, anchova, arenque.

Acido alfa-linolênico

Estimula o sistema imunológico e tem ação antiinflamatória

Óleos de linhaça, soja; nozes e amêndoas.

Licopeno

Potente antioxidante que reduz o risco de certos tipos de câncer como de próstata

Alimentos vermelhos em geral: tomate e derivados, melancia, goiaba vermelha, pimentão vermelho.

Isoflavonas

Antioxidante diminui o colesterol e reduz sintomas menopausa em mulheres

Soja e derivados

Catequinas

Reduzem a incidência de certos tipos de câncer, reduzem o colesterol e estimulam o sistema imunológico.

Chá verde, cerejas, amoras, framboesas, mirtilo, uva roxa, vinho tinto.

Fibras solúveis e insolúveis

Melhora o funcionamento intestinal e com isso reduz o risco de câncer de cólon. As fibras solúveis podem ajudar no controle do colesterol e da glicemia.

Cereais integrais como aveia, centeio, cevada, farelo de trigo, etc, hortaliças e frutas.

Probióticos - Lactobacilos

Melhora o funcionamento intestinal e reduz o risco de constipação e câncer de cólon

Leites fermentados e iogurtes

Procure seu nutricionista para adaptações à sua alimentação

Matéria elaborada pela Equipe RGNutri. Fonte: http://www.abne.org.br/

› Compartilhe este Post